Na pauta, projetos contra a categoria que tramitam no congresso nacional

Os presidentes dos sindicatos de servidores municipais de Santos, Praia Grande e Guarujá participarão de ‘live’, às 19 horas desta terça-feira (9), sobre projetos que tramitam no congresso nacional.
Fábio Marcelo Pimentel, Adriano Roberto Lopes da Silva ‘Pixoxó’ e Zoel Garcia Siqueira conversarão e responderão perguntas sobre as propostas de emendas constitucionais 32-2019 e 186-2020.
As ‘pecs’, segundo eles, arrocham salários e retiram direitos dos servidores, além de desmontar os serviços públicos em nível federal, estadual e municipal, prejudicando a população.
Os sindicalistas também falarão sobre a ‘pec’ que viabiliza nova rodada do auxílio emergencial a uma parcela de brasileiros em situação de vulnerabilidade e que deverá ser votada nesta semana na câmara federal.

Bancos
privilegiados

A medida foi aprovada no senado, semana passada, com limite de R$ 44 bilhões, o que possibilitará quatro parcelas entre R$ 150 e R$ 375. Em 2019, na primeira rodada, o governo pagou R$ 293 bilhões.
Fábio Pimentel apoia o auxílio emergencial e diz que ele “poderia ser bem maior se o governo não privilegiasse os bancos e pensasse mais na população de baixa renda”.
O sindicalista, porém, é contra o congelamento salarial do funcionalismo previsto na proposta aprovada pelos senadores e espera que ele seja derrubado pelos deputados.

Pixoxó
e Zoel

Adriano ‘Pixoxó’ diz que as ‘pecs’ “penalizam os servidores de baixa renda, como a maioria dos municipais”, e defende que “se cortem privilégios dos altos escalões da república”.
O dirigente observa ainda que “as votações das ‘pecs’ deveriam ser precedidas de amplos debates em audiências públicas e não apenas ficar restritas à vontade de um punhado de senadores e deputados”.
Zoel Siqueira, por sua vez, defende que os sindicatos de servidores “procurem outros segmentos da sociedade que fatalmente serão atingidos e prejudicados pelas ‘pecs’”.
Ele cita a população que utiliza os serviços públicos de saúde, educação e segurança. E setores da indústria e comércio, cujos lucros serão diminuídos com a queda do poder aquisitivo da categoria

Facebook
e Youtube

A ‘live’ do sindicato dos servidores estatutários de Santos (Sindest) será transmitida pelo Facebook e Youtube. O presidente do sindicato dos servidores de São Vicente, Edson Ramos Paixão, também participará.

Sem Comentários

Você pode postar primeiro comentário resposta.

Deixe Um Comentário

Por favor, insira seu nome. Digite um endereço de e-mail válido. Digite uma mensagem.