Na pauta, projetos contra a categoria que tramitam no congresso nacional

Os presidentes dos sindicatos de servidores municipais de Santos, Praia Grande e Guarujá participarão de ‘live’, às 19 horas desta terça-feira (9), sobre projetos que tramitam no congresso nacional.
Fábio Marcelo Pimentel, Adriano Roberto Lopes da Silva ‘Pixoxó’ e Zoel Garcia Siqueira conversarão e responderão perguntas sobre as propostas de emendas constitucionais 32-2019 e 186-2020.
As ‘pecs’, segundo eles, arrocham salários e retiram direitos dos servidores, além de desmontar os serviços públicos em nível federal, estadual e municipal, prejudicando a população.
Os sindicalistas também falarão sobre a ‘pec’ que viabiliza nova rodada do auxílio emergencial a uma parcela de brasileiros em situação de vulnerabilidade e que deverá ser votada nesta semana na câmara federal.

Bancos
privilegiados

A medida foi aprovada no senado, semana passada, com limite de R$ 44 bilhões, o que possibilitará quatro parcelas entre R$ 150 e R$ 375. Em 2019, na primeira rodada, o governo pagou R$ 293 bilhões.
Fábio Pimentel apoia o auxílio emergencial e diz que ele “poderia ser bem maior se o governo não privilegiasse os bancos e pensasse mais na população de baixa renda”.
O sindicalista, porém, é contra o congelamento salarial do funcionalismo previsto na proposta aprovada pelos senadores e espera que ele seja derrubado pelos deputados.

Pixoxó
e Zoel

Adriano ‘Pixoxó’ diz que as ‘pecs’ “penalizam os servidores de baixa renda, como a maioria dos municipais”, e defende que “se cortem privilégios dos altos escalões da república”.
O dirigente observa ainda que “as votações das ‘pecs’ deveriam ser precedidas de amplos debates em audiências públicas e não apenas ficar restritas à vontade de um punhado de senadores e deputados”.
Zoel Siqueira, por sua vez, defende que os sindicatos de servidores “procurem outros segmentos da sociedade que fatalmente serão atingidos e prejudicados pelas ‘pecs’”.
Ele cita a população que utiliza os serviços públicos de saúde, educação e segurança. E setores da indústria e comércio, cujos lucros serão diminuídos com a queda do poder aquisitivo da categoria

Facebook
e Youtube

A ‘live’ do sindicato dos servidores estatutários de Santos (Sindest) será transmitida pelo Facebook e Youtube. O presidente do sindicato dos servidores de São Vicente, Edson Ramos Paixão, também participará.

Siga e Compartilhe
error0

Sem Comentários

Você pode postar primeiro comentário resposta.

Deixe Um Comentário

Por favor, insira seu nome. Digite um endereço de e-mail válido. Digite uma mensagem.