O projeto de lei complementar 60-2019, que autoriza o armamento da guarda municipal de Santos, é eleitoreiro. Foi feito e votado em primeira discussão visando às eleições municipais de 2020. A opinião é do presidente do sindicato dos servidores estatutários municipais (Sindest), Fábio Marcelo Pimentel, que representa os 380 integrantes da corporação. O projeto, que […]

Leia Mais