Na foto, detalhe da assembleia de sexta-feira, que recusou proposta da prefeitura
Em assembleia marcada para a noite de terça-feira (6), a diretoria do sindicato dos servidores municipais estatutários de Santos proporá ‘estado de greve’, precedida de paralisações setoriais, para pressionar a prefeitura a melhorar a proposta do acordo salarial deste ano.
O presidente do sindicato, Fábio Marcelo Pimentel, quer “deixar claro ao poder executivo que a greve poderá ser decretada a qualquer momento”. Em assembleia na sexta-feira (23), a categoria recusou 2% de reajuste na data-base de fevereiro, mais 1% em agosto.
O sindicalista está “injuriado” com o prefeito Paulo Alexandre Barbosa (PSDB) e seu secretário de gestão, Carlos Teixeira Filho ‘Cacá’, que anunciaram o envio de projeto de lei à câmara municipal para oficializar a proposta recusada em assembleia.
“A categoria merece respeito”, desabafa Fábio. “Enquanto as negociações não forem encerradas, democraticamente, eles não deveriam dar o caso por encerrado, levando essa proposta miserável de acordo coletivo ao legislativo, onde têm maioria de votos”.
Sem ter ainda claro quando poderá ser decretada a greve, o presidente do Sindest defende que as paralisações setoriais comecem já na semana que vem, após a assembleia de terça-feira: “Paralisaremos todos os setores, um por um, conscientizando o pessoal para a greve”.
A proposta da prefeitura recusada em assembleia estabelece correção de 3% na cesta-básica de R$ 263 e outros 3% no auxílio-alimentação de R$ 422. O sindicato contrapropõe reajuste salarial de 3% em fevereiro e 2% em julho, além de 100% na cesta e na alimentação.
Sindicato dos Servidores Estatutários Municipais de Santos (Sindest, filiado à Fupesp e NCST).
Rua Monsenhor de Paula Rodrigues, 73, Vila Mathias, Santos, 13-3202-0880, contato@sindest.com.br , www.sindest.com.br .
Presidente: Fábio Marcelo Pimentel. Diretor de imprensa: Rogério Catarino.
Redação e fotos: Paulo Passos MTb 12.646, matrícula sindical 7588 SJSP.
Siga e Compartilhe
error0

Sem Comentários

Você pode postar primeiro comentário resposta.

Deixe Um Comentário

Por favor, insira seu nome. Digite um endereço de e-mail válido. Digite uma mensagem.