Em audiência com o presidente Fábio Marcelo Pimentel e diretores do sindicato dos servidores estatutários municipais (Sindest), na semana passada, o prefeito Paulo Alexandre Barbosa (PSDB) prometeu resolver o problema da Capep em 30 ou 40 dias.
Capep é a caixa de assistência ao servidor público municipal, que, a partir do começo de agosto, teve problemas com o atendimento à categoria na rede de hospitais conveniada, principalmente a Santa Casa, referência em saúde na baixada santista e litoral.
O problema persistiu até a primeira quinzena de setembro, quando a Capep deu prazo de quatro meses para os estabelecimentos regularizarem as certidões negativas de débitos (cnd), normalizando assim o repasse de verbas pela Capep.
“Dissemos ao prefeito que isso é uma solução paliativa”, explica Fábio, “pois não resolve o problema definitivamente. Apesar da garantia de pleno atendimento nesses 120 dias, os servidores correm risco de posteriormente ficarem de novo sem atendimento”.
O sindicalista falou a Paulo Alexandre que “o funcionalismo exige uma solução definitiva. O prazo concedido aos hospitais não é um fim em si próprio. Quando passar esse período, poderemos ter novamente os problemas em todas as unidades”.
Segundo Fábio, o prefeito ouviu atentamente os sindicalistas e se comprometeu a atendê-los dentro de um mês, após cobrar dados mais aprofundados da sua assessoria: “Não sossegaremos enquanto não resolvermos o problema”, finaliza o presidente do Sindest.
Sindicato dos Servidores Estatutários Municipais de Santos (Sindest, filiado à Fupesp e NCST).
Rua Monsenhor de Paula Rodrigues, 73, Vila Mathias, Santos, 13-3202-0880, contato@sindest.com.br , www.sindest.com.br .
Presidente: Fábio Marcelo Pimentel. Diretor de imprensa: Rogério Catarino.
Redação e fotos: Paulo Passos MTb 12.646, matrícula sindical 7588 SJSP.
Siga e Compartilhe
0

Sem Comentários

Você pode postar primeiro comentário resposta.

Deixe Um Comentário

Por favor, insira seu nome. Digite um endereço de e-mail válido. Digite uma mensagem.