Desconto dos dias parados e resultado pífio foram os resultados da bravata inconsequente

A diretoria do Sindest lamenta o desfecho da greve de 40 dias, promovida pelo Sindserv ilegítimo e golpista, que conseguiu apenas o desconto dos dias parados e um abono insignificante.
Pior que isso, resultou na descrença de que vale a pena lutar, deixando a categoria insegura em relação às campanhas salariais e demais atividades reivindicatórias necessárias daqui em diante.
Vimos uma enxurrada quixotesca de ilusões vendidas aos servidores por um valor muito alto. Uma avalanche de enrolações, mentiras e desculpas que resultaram em grande derrota.
A deflagração prematura de uma greve por tempo indeterminado, sem a necessária preparação, aliada ao emprego da categoria como massa de manobra para experiências sindicais infantis, deu no que deu.
Na verdade, usaram o funcionalismo para interesses políticos e pessoais que não deram certo para seus idealizadores e principalmente para seus seguidores, hoje amargando o desconto dos dias parados.

Espertalhões

Sem ética nem respeito, sem disposição de negociar, os dirigentes aventureiros do sindicato celetista desprezaram o Sindest, que vinha assumindo a responsabilidade da chamada ‘greve pipoca’.
Esse tipo de greve, bastante comum há décadas no sindicalismo operário do ‘abc’ paulista, foi ridicularizado pelos espertalhões que acabaram jogando os servidores no abismo.
A diretoria do Sindest diz que as sumia a responsabilidade pelas paralisações diárias porque não expunha o funcionalismo ao risco de punições, pois eram ‘impedidos’ de entrar nos locais de trabalho.
Não se trata de sindicalismo paternalista, como alguns querem caracterizar, dizendo que piquetes não se coadunam com consciência de luta reivindicatória. Era apenas um movimento de ‘pé no chão’.
A nossa disposição de pressionar a prefeitura, obrigando-a a negociar as reivindicações da data base, foi atropelada pela inconsequência dos que se acham donos da verdade.

Prejuízos

Como conseguiram iludir boa parte da categoria, o Sindest humildemente saiu de cena, preocupado com o desfecho lamentável que se anunciava com a greve por tempo indeterminado.
O ato imoral e ilegal de se proclamar representante dos estatutários causou aos grevistas o prejuízo de até 40 dias descontados nos holerites, sem a benesse correspondente de um bom acordo.
A campanha salarial ainda não acabou. Temos mais de 40 pontos de pauta para negociar com a administração, de onde certamente sairão avanços e conquistas, como sempre acontece.

O que não podemos é perder a esperança e as expectativas. Um passo atrás não significa que estamos impedidos de dar dois passos à frente. Em breve, teremos reuniões setoriais no sindicato.

 

Siga e Compartilhe
error0

Sem Comentários

Você pode postar primeiro comentário resposta.

Deixe Um Comentário

Por favor, insira seu nome. Digite um endereço de e-mail válido. Digite uma mensagem.