A maioria dos sindicatos de Santos estará em Brasília, nesta quarta-feira (24), para ‘ocupar’ a capital contra as reformas trabalhista, previdenciária e outros projetos, já aprovados ou não, prejudicais aos trabalhadores.
O protesto, conforme decisão das principais centrais sindicais, terá também como palavras de ordem o ‘fora Temer’, autor dos projetos nocivos aos assalariados, e ‘diretas já’.
Vários sindicatos e centrais organizam na região caravanas em ônibus, alguns já com inscrições fechadas e outros com vagas ainda disponíveis para suas respectivas categorias.
Os sindicalistas adiantam que, além das reivindicações referentes às reformas e à eleição presidencial antecipada, também o corte de recursos para programas sociais estará na pauta.

O presidente do sindicato dos servidores estatutários municipais de Santos (Sindest), Fábio Marcelo Pimentel, acha que a ocupação de Brasília contará com aproximadamente 100 mil pessoas.
“Talvez seja o maior protesto jamais visto na capital federal, com trabalhadores de todas as categorias e também de organizações sociais dos mais diferentes segmentos políticos”, diz ele.
Fábio acredita que a ocupação “terá desdobramentos e novos protestos, pois a elite e seus serviçais no congresso nacional e na mídia não querem largar o filé tão facilmente”.

Siga e Compartilhe
error0

Sem Comentários

Você pode postar primeiro comentário resposta.

Deixe Um Comentário

Por favor, insira seu nome. Digite um endereço de e-mail válido. Digite uma mensagem.