Sindest aguarda mesa-redonda com prefeitura no ministério do trabalho
O sindicato dos servidores estatutários municipais de Santos (Sindest) protocolou requerimento de mesa-redonda, no escritório local do ministério do trabalho, nesta segunda-feira (13), para abrir negociação com a prefeitura sobre a campanha salarial.
O presidente do sindicato, Fábio Marcelo Pimentel, espera que a reunião seja marcada nesta terça-feira (14). E reafirma que, caso a prefeitura se recuse a negociar ou não apresente uma proposta “aceitável”, os 11 mil estatutários que representa serão convocados para decidir o que fazer.
O jurídico do Sindest também solicitará intermediação do ministério público estadual (mp), com a mesma sugestão de que a prefeitura seja chamada a negociar. O sindicato, segundo Fábio, também irá ao ministério público do trabalho, se necessário.
“Queremos esgotar todas as possibilidades judiciais”, diz o sindicalista. “Se a prefeitura não oferecer pelo menos o reajuste salarial com base na inflação, colocaremos em prática outras medidas que a categoria achar por bem tomar”.
O presidente do Sindest lembra que as assembleias recusaram a proposta da prefeitura de correção apenas do vale-refeição e da cesta-básica. E que aprovaram a deflagração de ‘greve pipoca’, paralisando cada dia um setor.
Após paralisar três equipamentos na segunda, terça e quarta-feira da semana passada (6, 7 e 8), o Sindest, por questões éticas, segundo Fábio, suspendeu o movimento para não conflitar com a greve deflagrada na quinta (9) pelo Sindserv.
“Agora, vendo que não houve avanço, que a prefeitura continua irredutível, vamos tentar a mediação dos canais competentes para depois a categoria votar consciente de ter esgotado todas as possibilidade de negociação”, explica o sindicalista.
Sindicato dos Servidores Estatutários Municipais de Santos (Sindest NCST).
Rua Monsenhor de Paula Rodrigues, 73, Vila Mathias, Santos, 13-3202-0880, contato@sindest.com.br , www.sindest.com.br .
Presidente: Fábio Marcelo Pimentel. Diretor de imprensa: Rogério Catarino. Redação: Paulo Passos MTb 12.646, matrícula sindical 7588 SJSP.
Siga e Compartilhe
0

Sem Comentários

Você pode postar primeiro comentário resposta.

Deixe Um Comentário

Por favor, insira seu nome. Digite um endereço de e-mail válido. Digite uma mensagem.