Saúde doente

Só 23% das ambulâncias do

Samu funcionam em Santos

 

Profissionais do serviço terão assembleia na primeira semana de julho e poderão decretar greve. Ambulância do Samu, em foto de Paulo Passos

 

Das 17 ambulâncias do Samu (serviço de atendimento móvel de urgência) que circulavam em Santos há três anos, próprias da prefeitura e terceirizadas, apenas quatro funcionam atualmente. As 11 restantes estão quebradas.

A grave situação foi levada ao presidente interino do sindicato dos servidores estatutários municipais de Santos (Sindest), Ariovaldo Vasconcelos ‘Ari’, nesta terça-feira (21), por um grupo de médicos e funcionários do setor.

A categoria terá assembleia, na primeira semana de julho, quando poderá decretar greve contra o que considera péssimas condições de trabalho. A proposta foi aprovada em assembleia no dia 31 de maio, que ficou em caráter permanente.

O Sindest apurou que, no início de 2013, a prefeitura disponibilizava duas ambulâncias em cada um dos prontos-socorros das zonas noroeste, leste e central, totalizando seis veículos. Havia outras seis de socorro, somando 12.

O Samu contava ainda com cinco veículos alugados e o total chegava a 17. Num determinado momento, segundo o diretor jurídico do sindicato, Josias Aparecido da Silva, o número de ambulâncias em atividade caiu para sete, sendo cinco terceirizadas e duas próprias.

Hoje, reclamam Ari e Josias, apenas duas próprias e duas terceirizadas estão funcionando. E, mesmo assim, em situação precária, com pneus carecas, defeitos nas travas das portas (muitas não fecham) e pane na parte elétrica.

Os sindicalistas ouviram dos médicos e outros profissionais de saúde que é comum os equipamentos e monitores das ambulâncias, que deveriam servir de suporte na manutenção da vida, ficarem sem possibilidade de uso, por falta de manutenção.

“Temos equipamentos que custaram mais de R$ 200 mil à prefeitura empilhados no almoxarifado do Samu porque os veículos estão com problemas mecânicos e foram retirados de circulação”, reclama Josias.

 

Acompanhe a reportagem veiculada no Jornal da TV Tribuna

 

Sindicato dos Servidores Estatutários Municipais de Santos (Sindest, filiado à Fupesp e NCST).
Rua Monsenhor de Paula Rodrigues, 73, Vila Mathias, Santos, 13-3202-0880, contato@sindest.com.br , www.sindest.com.br .
Presidente: Fábio Marcelo Pimentel. Diretor de imprensa: Rogério Catarino.
Redação e fotos: Paulo Passos MTb 12.646, matrícula sindical 7588 SJSP.
Siga e Compartilhe
error0

Sem Comentários

Você pode postar primeiro comentário resposta.

Deixe Um Comentário

Por favor, insira seu nome. Digite um endereço de e-mail válido. Digite uma mensagem.